Itapetinga: Hérica Brito é condenada a 20 anos de prisão pela morte de São Félix


Reportagem: Itapetinga Repórter\Eudo Mendes

SONY DSC
Policiais civis, no começo da noite desta quarta-feira (20), cumpriram mandado de prisão em desfavor da pessoa de Hérica Brito Santos. Ela foi surpreendida pelos policiais na vizinha cidade de Vitória da Conquista, onde morava atualmente.

A mulher foi condenada a 20 anos de prisão em regime fechado devido a morte do artista e escultor Júlio de Souza Barbosa, o conhecido São Félix, 83 anos.

Ele foi agredido a golpes de pau e facão no dia 28 de dezembro de 2010, no interior do Ginásio Agro Industrial, onde morava. São Félix não resistiu aos ferimentos e morreu poucos dias depois no Hospital de Base de Itabuna. Sua morte comoveu toda a cidade.
A Polícia Civil de Itapetinga agiu rápido e no mesmo dia do crime chegou aos responsáveis. Hérica Brito Santos foi presa e um adolescente de 17 anos, apreendido.
Na investigação policial ficou comprovado que Hérica e o adolescente se uniram para roubar a vítima. No dia do ocorrido cerca de 800 reais e um aparelho celular foram subtraídos do idoso. Hérica e a vítima eram bem próximos.
“Hérica havia sido, a princípio condenada a uma pena de 5 anos de reclusão, mas o Ministério Público recorreu a decisão e nos comprovamos que ela teve envolvimento direto com a morte de São Félix. O Tribunal de Justiça reconheceu isso e modificou a pena e ela foi condenada definitivo a 20 anos de reclusão em regime fechado”, disse o delegado titular de Itapetinga, Roberto Júnior, ao Portal Itapetinga Repórter.

O delegado informou ainda que a condenação da mulher só foi possível porque houve grande empenho da Polícia Civil, Poder Judiciário e, principalmente, Ministério Público.

SONY DSC
“Foi um crime de repercussão na época, a Polícia Civil fez o seu trabalho, o Ministério Público e o Poder Judiciário. Agora ela vai cumprir pena pela morte de São Félix, que tanto comoveu a nossa cidade de Itapetinga”, afirmou o delegado.

Itapetinga: dupla entra pelos fundos e tenta executar rival dentro de casa


Adailton Souza Silva, de 23 anos, foi transferido numa ambulância do Samu-192 para o Hospital de Base de Vitória da Conquista, por volta das 11 horas desta quarta-feira (20). O rapaz foi baleado com três tiros minutos antes no Bairro Nova Itapetinga.

rival

Os primeiros atendimentos médicos foram realizados no Hospital Cristo Redentor. Um dos disparos transfixou o pescoço da vítima.
De acordo com testemunhas, dois indivíduos invadiram a residência do rapaz pelos fundos e fizeram os disparos. Ele foi encontrado na sala do imóvel, caído e perdendo muito sangue.

O irmão de Adailton, que também mora na casa, estava no trabalho no momento do ocorrido. Procurado pelo Itapetinga Repórter, ele preferiu não comentar o caso. (mais…)

Itapetinga: mulher é presa por deixar os filhos sozinhos para ir a uma festa


A festa da dona de casa Patrícia Cardoso Campos terminou numa cela da carceragem da delegacia de Itapetinga na noite desse domingo (17), onde ela segue presa até o pagamento da fiança. O crime pelo qual a mulher de 34 anos é acusada está previsto no artigo 133, abandono de incapaz.

TE1

No começo da noite, o Conselho Tutelar de Itororó recebeu informações dando conta de uma mulher que havia deixado 4 dos 5 filhos em casa para ir a uma festa, e que as crianças estariam sozinhas e com fome desde a noite anterior.

A denúncia vinha da Rua da Mangueira, no Bairro Novo, em Bandeira do Colônia. Esta localidade pertence ao município de Itapetinga e os conselheiros de Itororó tentaram contato com os colegas, mas não obtiveram sucesso.

TE5

Com apoio da Polícia Militar, o Conselho Tutelar de Itororó resolveu agir e confirmou a veracidade da informação. No momento da abordagem, Patrícia tentava fugir da casa com as crianças, mas foi impedida e recebeu voz de prisão.

A mulher e os cinco filhos foram apresentados no Complexo Policial de Itapetinga onde foi registrado o flagrante. Foram entregues ao Conselho Tutelar do município as duas gêmeas de 3 anos de idade, uma menina de 7, outra de 12 e um rapaz de 17, com deficiência mental.

Patrícia Cardoso Campos disse que há três anos sofre com o alcoolismo e afirma que realmente não tem condições de cuidar dos filhos. “Falei com o pai para tomar conta das crianças, expliquei que eu não tinha condições, mas ele não aceitou. Sempre fiz tudo pelos meus filhos, mas agora estou passando por problemas”, disse.

Conselho Tutelar de Itororó (Ingrid Silva e Rogéria Santos)
Conselho Tutelar de Itororó (Ingrid Silva e Rogéria Santos)

“Foram feitas várias denúncias no Conselho Tutelar, mas nunca conseguimos dar o flagrante, porque ela mudava de endereço, indo para outro distrito para poder dificultar o nosso trabalho”, disse Rogéria Santos, conselheira tutelar.
No momento do flagrante, as crianças foram encontradas com muita fome e receberam alimentos da vizinhança. “ Os vizinhos ficaram revoltados com a situação e compraram pães para as crianças”, conta.
“Quem sofre são as crianças que ficam assustadas e sem saber qual é o futuro delas. Mas, agora serão bem cuidadas pelo Conselho Tutelar de Itapetinga”, detalhou Rogéria ao Portal Itapetinga Repórter.

Itapetinga: Homem é preso após invadir residência e tentar estrangular idosa de 76 anos


Um homem acusado de agredir fisicamente e tentar roubar uma idosa de 76 anos  foi preso pela Polícia Militar de Itapetinga na tarde desta terça-feira (15),  por volta das 13 horas, no Bairro Clodoaldo Costa.

Ao avistar os policiais da Rotam, Robert Sampaio Oliveira  tentou fugir  e se  esconder no depósito de uma casa de prostituição, situada na Rua Rio Grande do Sul, mas acabou preso e levado para a delegacia.

Segundo a polícia, por volta das 3h30 do mesmo dia, Robert invadiu a casa da vítima pelo telhado após retirar algumas telhas. A idosa estava sozinha na residencia, que fica na Rua Beira Rio, e foi verificar o que estava acontecendo, mas acabou surpreendida pelo acusado no interior do imóvel. Ele a segurou pelo pescoço, tentando estrangulá-la.

rotam3

Ainda de acordo com informações colhidas pelo Itapetinga Repórter, a idosa conseguiu empurrar o homem e gritar por socorro. O elemento fugiu do local antes da chegada dos vizinhos e da polícia.

O preso, também conhecido como “Bebão”, foi reconhecido pela vítima e,  segue á disposição do delegado de plantão na 21ª Coorpin.