Wagner admite candidatura em 2018


Foto: Max Haack/ Ag. Haack
Foto: Max Haack/ Ag. Haack

O ex-governador Jaques Wagner já avalia quais são suas opções para as eleições de 2018. Logo após tomar posse como coordenador do Conselho de Desenvolvimento da Bahia, o ex-ministro disse que o mais provável é que tente voltar ao Congresso Nacional. “O que está mais colocado neste momento é uma candidatura minha ao Senado. Seria a naturalidade, na medida em que muita gente achava que eu deveria ser senador em 2014 e eu preferi trabalhar pelo grupo, ficar sem mandato para poder contribuir. Da mesma forma eu digo hoje: eu vou jogar na posição que for melhor para o grupo. Se for como deputado, como senador, se for para não ser candidato… A minha tendência é voltar a ter um mandato político. Então eu diria que está entre deputado e senador”, contou nesta segunda-feira (21). (mais…)

Senador Magno Malta propõe redução drástica no salário de juízes, parlamentares e do presidente


O senador evangélico Magno Malta (PR-ES) propôs, na última semana, uma redução drástica no salário dos parlamentares, de funcionários do Congresso, do presidente da República e dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Em discurso na tribuna do Senado, senador Magno Malta (PR-ES)
Em discurso na tribuna do Senado, senador Magno Malta (PR-ES)

No discurso, Malta diz que o ideal era que o governo estabelecesse um teto salarial para todas as esferas e sugere um valor: R$ 15 mil. “E olha que quinze conto é dinheiro, ninguém vai morrer de fome”.
“Tem que fazer um teto para os grandes salários. Nós não podemos viver com gente desempregada e o pequeno empresário não podendo investir, contratar mais uma pessoa porque da empresa dele foi subtraído, mas tem juiz ganhando 100 mil reais; porque tem funcionário do Senado que ganha 60 mil reais”, disse o senador.
Para Malta, é importante que a PEC 241, que limita os gastos do governo federal, seja aprovada, mas diz que é preciso fazer algo mais do que se propõs até agora. “Está todo mundo nessa crise”, afirmou. “Defendo um teto salarial para todos os poderes nos próximos 20 anos. Vamos reduzir salários, R$ 15 mil está bom para senadores e magistrados. O sacrifício tem que ser de todos”, acrescentou.

Itapetinga: Prefeito tem contas rejeitadas


jose-carlos-moura-itapetinga
O prefeito de Itapetinga, município da região centro-sul da Bahia, situado a 562Km de Salvador, José Carlos Cerqueira Moura, teve suas contas referentes ao exercício de 2015 rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão de hoje (10.11) porque violou o artigo 212 da Constituição Federal, que impõe a aplicação de um mínimo de 25% da receita resultante de impostos e das transferências a que as prefeituras têm direito, na manutenção e desenvolvimento do ensino. O prefeito aplicou apenas o correspondente a 23,08% ao longo do ano.

(mais…)

Conquista: Herzem é eleito prefeito da cidade


O que as pesquisas apontavam, aconteceu. O jornalista Herzem Gusmão é eleito prefeito de Vitória da Conquista pelo PMDB. Após disputar duas vezes o executivo municipal, na terceira tentativa o peemedebista conseguiu vencer a disputa.

zem

Desta vez, Gusmão enfrentou o deputado estadual petista José Raimundo Fontes. Após chegar ao 2º turno na frente do pleito, com mais de 26 mil votos de diferença, Herzem conseguiu ampliar a diferença e a partir do dia 1º de janeiro de 2017 assume a prefeitura da terceira maior cidade da Bahia. (mais…)

Na TV Sudoeste, Zé Raimundo volta a criticar a PEC do presidente Temer


ter

O candidato a prefeito de Vitória da Conquista pelo PT, Zé Raimundo Fontes, foi o entrevistado no BATV, afiliada da Rede Bahia, na noite desta terça-feira (25).

Durante a sabatina, o candidato falou as mudanças que promete fazer, caso eleito, na prefeitura. “Vamos nos aproximar mais da população, impulsionar novas tarefas e modernizar”.

Ainda na entrevista, Zé Raimundo voltou a condenar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241 e teceu críticas a gestão do presidente Michel Temer. “Trata-se de um ‘pacote de maldades’ que vai tirar direitos históricos dos trabalhadores. Tudo isso é motivo de preocupação da nossa futura gestão, caso sejamos eleitos”, disse. (mais…)

STJ envia à Justiça Federal da Bahia processo que investiga desembargadora baiana


BAI

O Superior Tribunal de Justiça enviou para a Justiça Federal na Bahia um inquérito do Ministério Público Federal (MPF) que investiga crimes contra ordem tributária que teriam sido cometidos por uma desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). O ministro do STJ, Felix Fischer, relator do caso, alegou que o caso não é de competência da corte, porque a desembargadora se aposentou, perdendo assim o foro por prerrogativa de função. O caso corre sob segredo de Justiça. O inquérito foi motivado por conta de uma suspeita de evolução patrimonial desproporcional. (BN)

Conquista: Na TV Sudoeste, Herzem critica visita do governador na cidade


zem

O candidato a prefeito de Vitória da Conquista pelo PMDB, Herzem Gusmão, foi o primeiro entrevistado no BATV, da TV Sudoeste, na sabatina com os postulantes ao executivo municipal nesse 2º turno.

Durante os cinco minutos de conversa com a apresentadora, Daniela Oliveira, o peemedebista criticou a atual gestão petista na capital do Sudoeste baiano e destacou o seu alinhamento com o Governo Federal.

dsc_0281

Na entrevista, Gusmão criticou a visita do governador Rui Costa (PT) a cidade na manhã de hoje (segunda-feira). Disse que, se eleito, terá uma relação civilizada com o mandatário, cobrando intervenções em benefício da cidade.

“O governador esteve hoje, bem próximo da eleição, entregando tratores, várias carretas espalhadas na cidade, fazendo exames, é importante, mas muito perto da eleição”, disse.

Ainda na entrevista, Herzem garantiu ter a ‘melhor relação possível’ com a iniciativa privada, caso seja eleito. “Já temos um conselho consultivo, que compõe a classe produtiva de Conquista”, disse. (blogdorodrigoferraz)

‘Roubo, mas não peço propina’, diz candidato a prefeito de BH durante debate


roub

Líder nas pesquisas à prefeito de Belo Horizonte (MG), Alexandre Kalil (PHS) tentou provocar o rival João Leite (PSDB), mas acabou se comprometendo. Durante debate na Rede TV! na noite desta sexta-feira (21), Kalil assumiu que roubaria. “Eu roubo, mas não peço propina em Furnas. E a lista é grande (…) Veio muito preparado, mas o rabo é preso. Está lá, delatado em Furnas com R$ 150 mil”, declarou Kalil. O candidato fez referência à suspeita de o tucano ter recebido propipna da subsidiária da Eletrobras.