Itapetinga: Ministério Público recomenda a prefeitura que demita contratados por prática de nepotismo


Da Redação

Foto: reprodução
Foto: reprodução

Na última segunda-feira (19), o Ministério Público da Bahia, por meio do Promotor de Justiça, Gean Carlos Leão, recomendou a prefeitura de Itapetinga, gerida pelo prefeito Rodrigo Hagge, que demita no prazo de dez dias os ocupantes de cargos comissionados, que tenha parentesco consanguíneo, em linha reta ou colateral e parentes de até terceiro grau do prefeito, vice-prefeito, secretários, diretores, chefes de setores e assessores.

Para embasar a decisão, o Promotor de Justiça usou o exemplo da Secretária Municipal de Desenvolvimento Social, Sra. Eliene Portela Brito Paiva, que tem um cunhado, uma cunhada e o filho contratados pelo legislativo municipal, sendo os dois primeiros diretamente ligados à pasta que Eliene ocupa, caracterizando a prática de nepotismo.

Se a prefeitura de Itapetinga não cumprir a recomendação do MP, poderá ser alvo de uma ação civil pública. Essa recomendação surgiu após uma denuncia do Sr. Adelson Ciprino  Nunes, “Negão de Dola”, que gravou um vídeo denunciando o nepotismo na prefeitura local.

Nessa quarta-feira (21), o Itapetinga Repórter entrou em contato com o setor de comunicação da prefeitura  para  saber as medidas que o executivo iria tomar a partir de agora, mas até a publicação desta notícia ninguém havia comentado o caso.

Procurada pela reportagem, a secretária Eliene Portela disse que não tinha conhecimento da recomendação do Ministério Público, mas que futuramente irá se pronunciar sobre o caso.

Confira na integra a recomendação do Promotor Gean Carlos Leão:

AVISO: O conteúdo de cada comentário nesta página é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem. Dê sua opinião com responsabilidade!