Júri Popular é adiado em Itororó


Por Itapetinga Repórter,Eudo Mendes

ajuri

O julgamento do cabo da Polícia Militar, Gutemberg Félix da Silva, de 43 anos,  que matou um rapaz durante uma troca de tiros, em agosto de 2007, não aconteceu.

Conforme apuração do site Itapetinga Repórter, o Júri Popular, que começaria ás 9 horas, foi cancelado depois que um dos jurados mandou entregar um atestado médico, alegando que não poderia participar por causa de problemas de saúde. E por esse motivo não era possível comparecer ao Fórum da Comarca de Itororó, na manhã desta quinta-feira (16).

Para que o julgamento pudesse acontecer seria necessário que no mínimo 15 das 20 pessoas que receberam ofício do fórum local comparecessem, mas apenas 14 apareceram ao Júri Popular.

A Justiça deverá marcar uma nova data para o julgamento ainda este mês.

Entenda o caso, clicando aqui.

madrugaok

AVISO: O conteúdo de cada comentário nesta página é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem. Dê sua opinião com responsabilidade!