Região de Itapetinga: justiça manda prender casal acusado de tentar matar transexual dentro de hospital


Por Itapetinga Repórter

A Polícia Civil de Macarani, na região Sudoeste da Bahia, deverá concluir nos próximos dias um dos casos de maior repercussão já registrado no interior do Estado, que teve como vítima a transexual Nati Mota, caso ocorrido em setembro do ano passado na cidade de Maiquinique (cidade vizinha).

Foto: Divulgação/Polícia Civil
Foto: Divulgação/Polícia Civil

O crime aconteceu dentro de um hospital municipal e as cenas de horror foram registradas através da câmera de um celular. Natural de Itapetinga, a vítima foi espancada e esfaqueada e chegou há ficar vários dias internada, escapando da morte por pouco.

A polícia ouviu várias pessoas e as investigações apontaram que, Luciano Gomes dos Santos, de 26 anos, e Jane Dias da Silva Gomes, de 27 anos, (marido e mulher) foram os responsáveis pelo o crime de tentativa de homicídio.

O casal foi preso nesta segunda-feira, dia 16 de outubro, por investigadores da delegacia de Macarani, na cidade de Maiquinique.

Inicialmente, a Justiça Criminal havia autorizado a prisão temporária do casal, entretanto, após a conclusão das investigações, a prisão temporária foi convertida em prisão preventiva.

Um desentendimento banal teria sido a causa  do crime.

Vídeo produzido e publicado na época do crime: veja.

AVISO: O conteúdo de cada comentário nesta página é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem. Dê sua opinião com responsabilidade!